AVISOS

 

 

 

Olá para todos. Eu tenho lido as histórias desse site já faz algum tempo e sempre confiro as histórias novas. Eu venho de uma parte remota da região central do Brasil, e enquanto crescia eu ouvi muitas histórias da minha família sobre o para-normal.

A história (VERDADEIRA) que eu vou contar agora, já me foi contada muitas vezes e eu sempre fico meio assustado com ela.

A nossa família tem "anjos protetores" (por falte de uma definição melhor) que nos avisa sobre perigo. Na verdade são dois e quando eu falo anjos, eu realmente quero dizer GRANDES CACHORROS NEGROS.

O meu tio avô era um dos líderes da nossa pequena comunidade. Ele praticamente era a Lei por lá. Sempre que havia disputa sobre terra, alguma confusão entre famílias ou entre as pessoas, era ele que chamavam para resolver. Quando ele era vivo ele tinha uma forte ligação com os GRANDES CACHORROS NEGROS e sempre que alguém morria ele sabia que eles apareciam e "falavam" para ele, ele sempre sabia antes que os outros da morte de alguém (isso aconteceu em casa uma vez.) Agora, as histórias.


Aviso #1

Essa primeira história aconteceu anos atrás, no meio do mato, e aconteceu com o meu tio e a minha tia.

Eles tinham decidido ir acampar e pescar no final de semana. Ele foram para um lugar da região, famoso pela boa pesca. Depois descarregar as malas e montar o acampamento, eles foram pescar. Antes de escurecer o meu tio e a minha tia estavam parados na margem do rio, e a minha tia notou dois GRANDES CACHORROS NEGROS um pouco longe deles, em pé um do lado do outro. Ela apontou os cachorros para o meu tio, e depois que ele os viu, ficou um pouco preocupado, pois não tinha mais ninguém lá com eles (ele cresceu ouvindo as histórias dos cachorros também). Então depois de conversarem um pouco eles decidiram que provavelmente não era uma boa idéia ficar por lá, então empacotaram tudo e guardaram as coisas no carro e voltaram para a cidade, antes que ficasse muito tarde.

Dois dias depois eles já tinham se esquecido sobre o que tinha acontecido, e então no noticiário de noite eles viram uma ´reportagem sobre um pai e um filho que estavam pescando a uns cem metros de onde eles estavam que tinham sido assassinados a facadas por um ladrão que depois de matar e roubar eles, jogou os corpos no rio para os jacarés comerem.

O ladrão continuo com a sua matança por mais umas duas semanas quando foi finalmente morto pela polícia.


Aviso #2

Essa história é bem triste.

Quando o meu pai e os irmãos dele estavam nos seus 20 e poucos anos, eles participavam de competições de futebol nas cidades vizinhas. Dessa vez a minha avó ficou insistindo para que o irmão mais novo do meu pai fosse para o jogo no mesmo carro em que eles fossem, e que era para eles tomarem conte dele. Todos concordaram e falaram que iam tomar conta dele, mas esse irmão mais novo deles tinha um temperamento forte, e acabou indo em outro carro.

O carro em que ele estava indo foi atingido por uma caminhão gigantesco e ele morreu na hora.

Depois de anos de lamentação, os meus avós falaram que naquele dia, mais cedo, eles tinham parado na estrada para descansar um pouco de uma viajem longa para outra cidade, e um imenso caminhão passou voando por eles, e até hoje eles juram com a mão na bíblia que quem estava na direção não era um homem, mas um cachorro negro.

Obrigado por ler.

 

Mario César

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1